apresentam

Conferência Anbima Cetip de Renda Fixa

Movimentos sociais terão papel fundamental na mudança do País

Publicada em 20/09/2016 - 17:17

Os movimentos sociais são imprescindíveis para capitanear o processo de mudança capaz de dar novo rumo político ao Brasil. E as eleições de 2018 serão a grande oportunidade para isso. As novas forças sociais e políticas deram o tom do segundo painel da Conferência ANBIMA Cetip de Renda Fixa, que acontece nesta terça-feira.

Para o sociólogo Thiago Aragão, diretor de estratégia da consultoria política Arko Advicer, o voto mais importante é para deputado: “É o que fará mais diferença no nosso dia a dia”, disse. Para 2018, ele aposta na candidatura de Lula à presidência da República, caso não seja condenado na operação Lava-Jato. Pelo lado dos tucanos, o cenário não é tão claro. O consultor vê uma competição entre nomes do PSDB: Aécio Neves, Geraldo Alckmin e José Serra, que podem, inclusive, concorrer uns com os outros, tendo o PSB como legenda alternativa. “É o milagre da multiplicação de candidatos”, brincou Aragão.

Para Rogério Chequer, representante do movimento Vem pra Rua e profissional com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, a população precisa se conscientizar da sua força. “Enquanto nós não fizermos algo, não mudaremos o Brasil. Não esperem os políticos”, disse.

A forma de manifestação, no entanto, deve ser diferente da vista nas ruas nos últimos dois anos. “A saída é se mobilizar digitalmente e socialmente em atos mais simbólicos e emblemáticos, pressionando o Congresso”, disse Chequer. Ele lembrou que a indignação popular diminuiu, o que coloca os políticos e governantes novamente na zona de conforto. “O que mudou nos últimos dois anos foi uma atitude da população. O Congresso, por nossa causa, conseguiu fazer o que bem quis nas últimas décadas, com rara pressão popular”, lembrou. Ele acredita que os próximos temas que deverão reunir a população são a aprovação da PEC do Teto dos Gastos e a reforma da previdência.

Achou relevante essa notícia? compartilhe com seus amigos:

Mais notícias